quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

George Carlin e a salvação do planeta

Não compartilho 100% das opiniões dele, mas acho que ele quebra alguns paradigmas de forma bastante diverdita. Para pensar!

video

Copenhague e suas falsas soluções

Texto de João Pedro Stedile

A Conferência em Copenhague não vem tratando sobre o clima e suas mudanças. Trata, sim, de uma avançada engenharia financeira para a consolidação e expansão do que se convencionou chamar de capitalismo verde. Isso se comprova facilmente pela vitória dos mecanismos de mercado sobre as propostas de fundos públicos, pelo avanço dos agrocombustíveis e dos transgênicos resistentes a um clima mais adverso. Tudo construído e legitimado pelo processo decadente da democracia representativa, na qual os povos de todo o mundo, diretamente afetados pelo aquecimento global e as mudanças climáticas, não têm voz.
Entretanto, no Clima Fórum, espaço paralelo ao oficial, construiu-se outra perspectiva. A compreensão de que o sistema tem que mudar, e não o clima, foi um dos consensos mais fortes. É necessária uma mudança estrutural em direção a um sistema que não tenha como seu único objetivo a acumulação privada, mas sim as necessidades humanas.
A Via Campesina Internacional, que congrega 148 organizações de 68 países, possui a mesma compreensão. A agricultura industrial capitalista tem imensa responsabilidade nas mudanças climáticas, seja pela utilização intensiva de insumos químicos, seja pela devastação florestal que promove. Somente a agricultura camponesa, com suas agroindústrias e distribuição de seus produtos, pode alimentar a humanidade com base em sistemas agroecológicos, que acumulam carbono e preservam o meio ambiente.
A COP 15 tem como resultado uma colcha de retalhos de falsas soluções. Antes que a humanidade pague a conta destas aventuras capitalistas, a proposta popular de Copenhague precisa ser levada a cabo. Somente quando a humanidade se libertar dos interesses pelo lucro poderá utilizar sua capacidade para consolidar sistemas urbanos e camponeses sustentáveis. Assim, teremos soluções reais para os atuais problemas ambientais.

http://carosamigos.terra.com.br/
Aiai, acho que o calor me faz ficar muito zumbizante...
zzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzz
zz
zz
zzzzz.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Roubaram os óculos do poeta...


... de novo!

O que leva as pessoas a destruirem um bem público? Ouvindo a notícia, fiquei pensando: quais os reais valores, se é que existem, que regem ou deveriam reger a vida em sociedade? Se nós destruímos ou somos coniventes (creio que a maioria está nesse patamar), então este valor acaba por fazer parte do nosso quotidiano. São poucos os que agem no sentido inverso, de impedir ou de resistir. E assim é para tudo. A grande maioria da humanidade está acomodada no "meio", na região mais cômoda e confortável da não-ação. E o discurso desta considerável parcela da população é o de que não adianta reagir, não tem o que fazer, não vai mudar nada, os "poderosos" tem que dar o exemplo, e assim por diante. Então vamos ficar assim mesmo, estagnados. Afinal, quem faz as mudanças? E quem tem medo delas?

Uff, isso já ficou muito "cinzento"! Chega!

Enfim, pobre mesmo não é o poeta, pobre é nossa noção de convivência, de valores ... O poeta vai ganhar mais um par de óculos, mas nós, nós gostamos apenas do discurso hipócrita e da falsa moral. Criticar sim, agir ... ah, isso fica pros outros!

domingo, 20 de dezembro de 2009

O Dia

Hoje eu tô me sentindo exatamente assim:
Não sei se é por causa do calor ou se é por que eu não tô afim de fazer o que eu tenho que fazer... Enfim, vou me arrastando em alguma direção... Espero chegar ainda hoje!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Das finalidades..

Este blog não tem nenhuma finalidade, por isso pode ter qualquer coisa!
É também uma experiência e, neste sentido, vai servir para expor idéias (as minhas e as não minhas), desenhos, bobagens, coisas sérias e/ou engraçadas, fotos, poesias, textos e qualquer coisa que dê vontade e que possa caber no universo virtual.
A motivação disso são os blogs da minha filha, o http://blogmodapenguin.blogspot.com e o http://blogmodapenguin2.blogspot.com.
Como eu ainda não sei fuçar muito nisso, vou deixando assim. Depois eu continuo!